, seja bem-vindo(a) à AMATI-SC!

Entrar
AMATI-SC - Associação Maçônica de apóio à TERCEIRA IDADE DE SANTA CATARINA
  • Hospedagem para irmão, Cônjuge e seus Ascendentes
  • Apartamentos Mobiliados
  • Atendentes 24 HORAS
  • Café da Manhã
  • Atividades Ocupacionais
  • AMATI-SC
  • AMATI-SC
  • AMATI-SC

Casa do Maçon

A idéia de se criar uma Casa do Maçom, em Santa Catarina, para amparar nossos irmãos na velhice, surgiu há alguns anos e foi inspirada nas ‘Mason’s Houses’ norte-americanas que foram fundadas naquele país, na segunda metade do século 18. A primeira delas foi criada em 1866, em Louisville, estado de Kentucky numa área rural de 120 hectares. Passados 200 anos, aquela casa continua em plena atividade e serviu como inspiração para a disseminação desse tipo de serviço entre os maçons de outros estados americanos.

Em 2014 resolveu-se lançar a ideia de se criar uma ¨casa do maçom¨ na Grande Florianópolis. Passo seguinte foi convocar uma reunião entre maçons interessados das três potências de Santa Catarina (GOB-SC, GLSC e GOSC) para avaliar e discutir a ideia de se criar uma organização para amparar nossos irmãos da terceira idade. Isso ocorreu no segundo semestre de 2014.

Estiveram presentes a essa reunião realizada na FAR – Fundação da Arte Real, localizada na Beira Mar Norte, aproximadamente 30 irmãos que acolheram bem a ideia, nomeando, na oportunidade, uma comissão para fazer os estudos preliminares. O esforço desta comissão foi concentrado na busca por uma área rural de 3 a 5 hectares, distante não mais do que

40 km de Florianópolis. Essa comissão se reuniu por várias vezes, mas a dificuldade de obtenção daquela área rural por doação ficou dificultada e deu-se um tempo para encontrar um doador, haja visto que não se dispunha de recursos para a aquisição daquela área. O pensamento era que essa primeira “casa do maçom” servisse como plano piloto para difundir a ideia entre maçons do interior do estado para que criassem casas semelhantes nas diferentes regiões.

Em 2015, devido a insistentes questionamentos de irmãos sobre aquela ideia inicial, voltou-se a falar no assunto, tentando motivar mais irmãos para abraçar a ideia. Depois de uma série de reuniões motivacionais em visita às Lojas do GOB-SC da Grande Florianópolis, coletou-se cerca de 200 assinaturas de irmãos apoiadores da ideia. Com o respaldo daqueles maçons foi apresentada uma Moção à PAEL - Poderosa Assembleia Estadual Legislativa do GOB-SC pelo Deputado Ir. Anísio Pedro Camilo que foi aprovada em plenário.

A aprovação da Moção na PAEL serviu de novo estímulo para um grupo de maçons que se dispôs a trabalhar para concretizar a ideia. Todas as terças-feiras pela manhã esse grupo se reunia para discutir e planejar. O problema da falta de uma área para a construção da sede continuou sendo um entrave, pois para viabilizar o empreendimento precisaríamos de um local.

Finalmente, apareceu uma oportunidade rara que poderia ser aproveitada.

A FUCAPRO – Fundação Casa dos Professores possui excelentes instalações, adequadas para o propósito que estávamos procurando, com 30 apartamentos e uma boa infraestrutura. Esta instituição, no entanto, estava com espaço ocioso devido a descontinuidade de uso por uma boa parte do ano e que poderia ser ocupado, mediante convênio de interesse para ambas as partes. Pelo lado da FUCAPRO poderia haver um melhor fluxo de caixa para cobrir as despesas e para a “casa do maçom” viria preencher uma necessidade fundamental e premente para sua efetivação.

Depois de alguns estudos, análises e tratativas, finalmente, em 8 de novembro de 2016 foi fundada a Associação Maçônica de Apoio à Terceira Idade de Santa Catarina – AMATI-SC.

Após sua fundação procurou-se adequar a AMATI-SC às exigências da legislação (estatuto, CNPJ, conta bancária aberta e uma diretoria eleita). Por meio de um convênio com a FUCAPRO, a AMATI-SC já está pronta para iniciar suas atividades e cumprir os objetivos para os quais foi criada.

​Para se associar à AMATI-SC, o maçom deverá estar regularizado a uma Loja Maçônica do GOB-SC, GLSC ou do GOSC, preencher a Ficha de Inscrição, disponível neste website e contribuir mensalmente com a Associação. O valor desta contribuição está fixado, para o ano de 2017, em R$35,00 (trinta e cinco reais) por mês, e foi mantido para 2018. Este valor é equivalente a 4% do salário mínimo.

Além do associado, estão habilitados à usufruir das atividades da AMATI-SC, sua esposa ou companheira, seus pais e sogros.

Para maiores informações ou questionamentos os Irmãos poderão se reportar à AMATI-SC via e-mail amatisc.contato@gmail.com

Voltar à Página Inicial